A apuração de impostos da empresa pode ser fonte de sérios problemas, quando realizada errado. Não são poucos os empresários que decidem se arriscar e realizar essa tarefa por conta própria. 

Pensando em te ajudar a evitar problemas, separamos alguns dos erros mais comuns na apuração, veja só!

Os 7 erros mais comuns na apuração de impostos

Pagar impostos a maior

Isso é mais comum do que você pode imaginar. Empresas de todos os portes e segmentos estão sujeitas a pagar tributos em excesso. Isso acontece porque, muitas vezes, os cálculos são feitos com base no que o empresário acha que é o correto. Não dá para culpar o dono do negócio, afinal, a tributação brasileira é bastante complexa. Mas, o ideal é contar com o apoio de um contador para cuidar da contabilidade. Assim, os impostos são pagos na medida correta, seguindo as alíquotas certas.

Tributação incorreta

Imagine que sua empresa, dentro de uma determinada situação, estava isenta de ser tributada durante um período específico. Porém, a sua contabilidade interna deixou essa informação passar e acabou por recolher os impostos. 

Esse tipo de deslize acontece, mas não deveria. Isso prejudica o crescimento do seu negócio e acaba comprometendo o caixa e a previsibilidade financeira. Afinal, você provavelmente não esperava ter essa despesa dentro desse período, visto que a empresa estava isenta, certo?

É fundamental manter a contabilidade atualizada e realizar auditorias periódicas para evitar esse tipo de problema.

Pouco ou nenhum conhecimento tributário

Calma, você não precisa se tornar um especialista em tributação da noite para o dia. É necessário, porém, que entenda como a legislação tributária se aplica ao seu negócio. A contabilidade fará todo o trabalho, mas a compreensão sobre como funciona a sua tributação é imprescindível.

Escolher um regime tributário incorreto

A apuração de impostos da empresa já começa errada se o regime tributário escolhido for incorreto. Por incorreto, não significa apenas que a empresa pode estar pagando impostos demais, mas também pode estar pagando a menos. Existem regimes mais ou menos vantajosos para algumas empresas, outros que estão fora de cogitação devido a limitações da legislação tributária. Portanto, todo cuidado é pouco.

Pagar impostos a menos

Isso pode render uma bela dor de cabeça. Se algum erro acontecer ou, por qualquer outro motivo, a empresa não pagar os impostos que deve, precisará se explicar à Receita Federal e ao Fisco, além de receber uma multa nada generosa.

Fazer tudo por conta própria

Quem pensa que a apuração de impostos não é tão perigosa assim está enganado. É necessário ter muito cuidado e delegar  um contador tarefas como escolher o regime tributário, realizar auditorias e todas as outras do âmbito contábil, fiscal e tributário.

Não dar a devida atenção às obrigações acessórias

Essa é uma falha que pode custar caro, especialmente porque o Fisco poderá exigir a qualquer momento a apresentação de notas fiscais e outros arquivos eletrônicos.

Tudo isso pode ser facilmente evitado com o apoio de uma contabilidade. Conte com a FINTT e sinta a diferença de ter um controle profissional e assertivo trabalhando em prol do seu crescimento.

Compartilhe!