Não está fácil para ninguém, especialmente para quem depende do auxílio emergencial ou perdeu o emprego recentemente. A pandemia do coronavírus agravou a crise de uma economia que já se encontrava fragilizada há muito tempo. Mas, é durante as piores adversidades que surgem algumas das melhores oportunidades. Sem romantizar o tema, é preciso saber aproveitar o momento, se possível, para criar uma fonte de renda própria, estável e constante.

Algumas ideias de pequenos negócios vêm fazendo a diferença na vida de empreendedores, sejam de primeira viagem ou veteranos. Se você tem algum capital sobrando ou valores a receber em breve, vale a pena considerar a abertura de um negócio pequeno, especialmente se puder fazê-lo em casa. É sobre isso que falaremos hoje, ideias de pequenos empreendimentos!

Como empreender durante a crise?

Chega a ser um pouco controverso falar em empreender durante uma crise como a que vivemos hoje. Ora, se você tiver dinheiro para investir em um negócio, provavelmente não passa nenhuma necessidade. Pelo menos, é o que se escuta por aí. Mas, na prática, não é bem assim que funciona! Existem empreendedores que começam negócios por vontade, e outros por necessidade. O rapaz que está vendendo doces na porta de uma estação de trem para juntar dinheiro para seu casamento, o “tio do churrasco” que humildemente vende espetinhos na esquina… Homens e mulheres que, dia após dia, se superam cada vez mais para garantir o pão de cada dia. Todas essas pessoas são empreendedoras por necessidade.

A diferença entre um empreendedor formalizado e o empreendedor que começa a vender produtos casualmente na rua é que o que se formalizou recebe todo o auxílio, caso precise parar por motivos de saúde. Além disso, há o acesso ao crédito empresarial, entre outras facilidades. Já o empreendedor que não se regulariza sofre com a fiscalização e pode ter sua fonte de renda extinta de um dia para o outro.

Com isso, empreender e se formalizar é mais que uma questão de estar em conformidade com a lei. É uma necessidade para quem possui um negócio e precisa do dinheiro para se sustentar.

Ideias de pequenos negócios para empreender durante a crise

1 – Alimentos

Se você cozinha bem e suas criações dão água na boca, é uma boa ideia investir na produção de alimentos para entrega. Além de poder contar com a exposição promovida por aplicativos como iFood, Rappi e Uber Eats, você poderá lucrar com o que faz de melhor e levar experiências muito saborosas a consumidores nos seus arredores. Não é preciso se preocupar com a entrega, pois com aplicativos, os próprios entregadores vão até você.

É preciso apenas ter uma estrutura mínima para produzir os alimentos, receber os entregadores e facilitar o despache dos produtos para os clientes.

2 – Delivery

Tem uma moto ou carro? Você pode ganhar algum dinheiro extra como entregador para os aplicativos já mencionados. Essa ideia de “negócio” é um pouco diferente porque, ainda que você faça seu próprio dinheiro, estará trabalhando diretamente para uma empresa, ainda que atenda diversos restaurantes.

Outra opção é entregar produtos de marketplaces, se tiver uma Van ou veículos similares. Basta consultar empresas que trabalham nesse ramo e as condições para realizar as entregas.

3 – Consultoria

Se você tem muita experiência na área em que trabalhava e já conquistou resultados grandiosos, dignos de serem mencionados, estudados e replicados em outras empresas, vale a pena se tornar um consultor.

4 – Aulas online

Ainda seguindo o modelo acima, é possível usar algo em que você é muito bom e possui experiência comprovada para ensinar outras pessoas. O ensino de idiomas, assim como várias escolas presenciais, foi duramente impactado pela pandemia. Existe o EAD, mas há a necessidade de um ensino “alternativo”, por assim dizer. Com a crise financeira, as pessoas procuram pagar menos, e os cursos não costumam mudar sua precificação apenas porque as aulas deixaram de ser presenciais. Tornar-se um professor particular e dar aulas online é uma possibilidade!

Compartilhe!