Empreender no Brasil é um desafio. A quantidade de impostos e tributos são enormes e muitas das vezes acabam pesando diretamente no bolso. No entanto, quando nos referimos a planejamento tributário, estamos falando de uma série de técnicas judicialmente legais para diminuirmos os gastos com tributos e impostos. Confira os trẽs sinais de que seu planejamento tributário está errado. 

Antes de abordarmos o que é planejamento tributário, trataremos de evidenciar alguns sinais que podem justificar o fracasso do seu planejamento tributário. 

  • Falta de conhecimento acerca da carga tributária.
  • Regime tributário incorreto. 
  • Falta de consultoria. 

Agora que você já conhece alguns pontos negativos sobre planejamento tributário, está na hora de saber mais sobre o assunto e elaborar o melhor plano tributário para seu negócio. Quer saber como fazer o planejamento tributário ideal? 

O que é planejamento tributário? 

Você tem ideia do que seja planejamento tributário? Ainda não? Calma lá! Nós vamos te ajudar. O planejamento tributário nada mais é do que um conjunto de ferramentas que visam a partir da organização das finanças diminuir a carga tributária. Você quer saber como diminuir essa carga de maneira juridicamente correta? Ao longo do conteúdo você vai saber de maneira sucinta acerca de questões práticas sobre planejamento tributário. 

Para ter dimensão da carga tributária média no Brasil, uma pesquisa realizada revelou que em média é gasto com os tributos, 33,05% em cima do faturamento, 47,14% em cima dos custos e 52,23% sobre o lucro. Esses números evidenciam o quanto é importante a organização financeira. Agora que você já sabe o que é planejamento tributário, veja o que levar em consideração ao fazer um planejamento tributário. 

O que levar em consideração ao fazer um planejamento tributário?

O fundamental para você ter sucesso no planejamento tributário, é entender o quanto é preciso estudar sobre os três tipos de regime tributários mais adotados no Brasil. Confira quais os três tipos de regime tributário. 

  • Lucro Real. 
  • Lucro Presumido. 
  • Simples Nacional. 

Cada qual com suas devidas características. Não buscamos aqui especificar cada um deles, mas torná-los referência de pesquisa. Nesse caso, a principal diferença entre os mesmos está voltada para o CSLL e IRPJ sobre o lucro e PIS COFINS sobre o faturamento. São muitas informações que exigem comprometimento para compreensão. Já pensou receber as orientações de um contador? Consultorias são importantes. 

Como fazer seu planejamento tributário? 

Como dito anteriormente, são diferentes técnicas e ações para obter resultado em relação ao planejamento tributário. A primeira delas é justamente a escolha do regime. A segunda é verificação de isenções fiscais. Adotar a terceirização em determinados segmentos colaboram com a redução de impostos. Essas são algumas dicas fundamentais para você levar em consideração no momento de realizar seu planejamento tributário. 

Nada disso é possível sem o apoio de um contador. Primeiro porque você precisa de uma contabilidade para assessorar sua empresa. Segundo porque é muito fácil cair em “armadilhas” por conta da compreensão sobre os regimes tributários, alíquotas e exceções. Lidar com isso sozinho significa arriscar-se e induzir-se ao erro.

Para você conseguir resultados positivos, é necessário conhecer as regras fiscais e realizar contas. Por isso, a devida importância ao profissional contábil. O fato da alíquota ser menor em relação ao Simples Nacional faz com que diversas empresas sejam atraídas. Cada caso é um e você precisa verificar qual é o melhor para sua empresa. 

Faça seu planejamento tributário e obtenha sucesso nos seus negócios 

Um excelente planejamento tributário pode significar maiores rendimentos. Por isso é fundamental traçar a organização da sua empresa em relação aos impostos. Gostou? Confira mais conteúdos sobre contabilidade, impostos e outros temas relacionados. Preparamos cada um pensando sobre os principais desafios que sua empresa deve encontrar

Compartilhe!