Quer informações valiosas para quem está no processo de escalada de sua loja online? Aprender com as falhas é sempre uma boa forma de melhorar processos, mas você não precisa, necessariamente, passar por eles para tirar algum aprendizado. Aprender com erros alheios também é uma forma de gerar mais valor para o seu negócio. Aqui falaremos dos 5 erros que seu e-commerce precisa evitar. Apostar em tráfego orgânico? Não fazer promoções? A desatenção com a sazonalidade? Que nada… Os erros abaixo podem sugar a força de expansão do seu negócio!

Sabe aqueles erros bem comuns e degradativos no e-commerce? Então, venha com a gente e não perca mais tempo!

Falta de controle do fluxo de caixa

Um velho conhecido entre os pequenos e médios empreendedores. Se há um pensamento errôneo que nos impede de crescer, está exatamente na baixa média de controle sobre o fluxo de caixa: 

  • Entrada, 
  • Saída, 
  • Históricos periódicos, 
  • Inadimplentes, 
  • Períodos sazonais,
  • Gastos fixos,
  • Gastos variáveis,
  • Entre outros.

Não pense que dará conta de fazer tudo sozinho e muito menos a mão. Se você não tiver um ótimo software de controle para seu e-commerce, está cometendo um erro grave.

Não adequação a LGPD

Agosto de 2021 bate à porta, exatamente o mês em que a Autoridade Nacional de Dados Pessoais – ANDP, poderá começar as sanções  referentes à Lei Geral para Proteção de Dados Pessoais – LGPD. A Lei Geral foca na averiguação acerca de armazenamento, trato, vazamento e roubo de dados pessoais em empresas. 

Se você não estiver se precavendo enquanto a Lei citada, sem dúvidas, está cometendo um erro grave passível de banimento do seu e-commerce para com tratamentos de Dados pessoais e multas que podem alcançar a faixa dos 50 milhões de reais. Imagine só? Adeque sua empresa a nova legislação! Seu e-commerce precisa estar seguro.

Vender para depois comprar

E-commerce não é day trade e também não deveria ser dropshipping. Por que estamos falando isso? Muito cuidado ao entrar na estratégia de vender os produtos para só assim comprar. Caso mal feito, programado, informado ou apenas com um pouco de azar, o chamado dropshipping poderá levar seu e-commerce a um mundo de processos jurídicos. 

Logo, acreditamos que você pode sim importar produtos ou conseguir uma pluralidade interessante de revendedores. Entretanto, o ato de só comprar após a venda, te trará riscos como tempo de entrega, qualidade de produto avariada, não envio, falta de estoque do fornecedor, entre tantas outras questões extremamente delicadas de se lidar. 

Ter apenas um fornecedor para e-commerce

Cuidado ao ter apenas um fornecedor para manter seu e-commerce de pé. Imagine que tudo esteja indo bem para você e sua loja online, até que seu fornecedor tenha algum tipo de problema? 

Os riscos de ter um só fornecedor vai de não conseguir cumprir entregas até ter que parar todo tipo de vendas em sua loja. Não foque em ter apenas um fornecedor, por melhor que ele possa ser. Tenha sempre algumas cartas de fornecedores na manga. 

Não ter um software para gestão de controle

Seu e-commerce já te passa controle total sobre fluxo de caixa? Número de vendas? Gastos? Estoques? Sazonalidade? Históricos periódicos? Tudo isso é muito repetitivo, mas essencial para quem quer que seu e-commerce alcance total faturamento e poder de expansão. 

Ter histórico de todo fluxo de caixa é fundamental para previsões, adequações, preparações, investimentos e muitos outros. 

Portanto, ficou notável que os cinco erros citados acima podem realmente abalar as estruturas da sua loja online. Tenha controle sobre seu e-commerce um software que possa te dar controle total sobre seu caixa. Evite apenas um fornecedor e não esqueça de se adequar a LGPD. No mais, sempre lembre o perigo que pode vir a ser, vender determinado produto para só assim comprá-lo.

Gostou? Aproveite para ler também:

Compartilhe!