A gestão financeira do seu negócio é uma prioridade, ou geralmente fica de lado? A realidade financeira de uma empresa, geralmente, é reflexo da administração. Veja, se você, como dono da empresa, não prioriza certas tarefas que facilitam o controle sobre as finanças, está criando um convite ao descontrole. Isso pode trazer sérios problemas a curto, médio e longo prazo.

Felizmente, toda empresa que ainda não declarou falência ainda pode tomar algumas ações para garantir seu futuro. Claro, dependendo da complexidade da sua situação, ações corretivas podem não bastar. Contudo, o primeiro passo é conhecer a realidade do seu negócio, diagnosticar os problemas e garantir que eles não se repitam para, então, trabalhar em correções.

Vamos aprender? Separamos 5 práticas de gestão financeira que favorecem seu negócio. Não importa se as finanças estão no vermelho ou no azul, o que vale é entender as dicas e como elas podem ser valiosas para sua empresa!

5 práticas de gestão financeira que favorecem sua empresa

É preciso ter cuidado com as finanças do seu negócio. Esse cuidado deve existir antes do surgimento de um problema, visto que várias situações podem ser facilmente evitadas, facilitando a gestão do negócio.

Realizar o controle de fluxo de caixa diariamente

O controle de fluxo de caixa deve ser realizado todos os dias. Pode não parecer importante, mas sem essa tarefa, você não saberá de onde seu dinheiro vem, nem para onde ele vai.

Além disso, é com o controle de fluxo de caixa que você começa a entender se existe uma lucratividade real nos produtos e serviços oferecidos. Ao “olhar para o caixa”, algo pode parecer lucrativo, apenas porque trouxe dinheiro. Porém, as saídas diárias podem ser maiores, deixando sua empresa no prejuízo. Sem o controle de fluxo de caixa, isso acaba sendo percebido tarde demais.

Não misturar finanças pessoais e profissionais

Quando você mistura as finanças pessoais e empresariais, dificilmente terá um controle assertivo sobre ambas. Fica difícil entender as movimentações, e mesmo quando elas são pequenas e em menores quantidades, acaba sendo complicado ter algum grau de previsibilidade financeira.

A previsibilidade financeira é a chave para o bem-estar financeiro de um negócio, já que o empreendedor terá uma visão completa sobre os cenários possíveis para sua empresa.

Pagar contas antes de firmar novos compromissos

Antes de firmar qualquer compromisso com um fornecedor, é preciso garantir que as contas a pagar sejam pagas. Do contrário, você corre o risco de ficar no vermelho, podendo até dever a alguém.

Quando suas contas são pagas no dia, fica mais fácil entender quanto dinheiro a empresa realmente tem e quanto pode ser destinado a novos investimentos e melhorias para o negócio, novas aquisições e muito mais.

Atuar junto à sua contabilidade

Trabalhar junto da sua contabilidade é fundamental para garantir uma boa saúde financeira para o negócio. O contador te ajuda a compreender sua situação atual, além de gerar informações valiosas para garantir o futuro da empresa de forma estável e assertiva.

Economizar de forma consciente

Economia é muito bem-vinda na gestão financeira, mas precisa ser realizada com cautela. Cortes excessivos e sem planejamento podem gerar problemas graves na gestão do negócio. Um exemplo clássico: a empresa percebe que está gastando muito com papel higiênico. Então, começa a remover os rolos de papel, cada vez mais. Um belo dia, falta papel, e os funcionários só percebem isso quando… Bem, quando é tarde demais.

Assim, cria-se um ambiente hostil e que transmite a imagem de não possuir qualquer grau de planejamento financeiro. O mesmo vale para guardanapos e outros itens tão necessários. Qualquer corte deve ser realizado com base em um planejamento, e os colaboradores devem ser avisados com antecedência. Ninguém gosta de surpresas negativas.

Viu só? Com essas dicas de gestão financeira, será mais fácil manter um bom controle sobre as finanças do negócio. Em caso de dúvidas, não hesite em entrar em contato conosco. Estamos aqui para te ajudar!

Compartilhe!