Produtividade e gestão financeira são dois grandes fatores que determinam o rumo das atividades de um negócio. Esses são dois gargalos na sua empresa?

Para garantir que os objetivos sejam alcançados é importante adotar medidas para que a gestão se torne efetiva e condizente com as metas. Mas, para isso, é fundamental ter uma equipe motivada e um fluxo de caixa bem controlado.

Continue a leitura e saiba como aumentar a produtividade e reduzir os custos excessivos.

Como dar fim à improdutividade da equipe

Você conhece ou já ouviu falar no Princípio de Pareto?

Quando você percebe que os membros da equipe não estão mais engajados ou se mostram preocupados demais com suas tarefas é um sinal bem claro de que alguma coisa está errada.

E essa coisa pode simplesmente ser o esforço demasiado a clientes que não dão retorno financeiro significativo e ainda sugam a energia da sua equipe com demandas excessivas.

Sabe como resolver isso? Fazendo uma análise dos processos e dos seus clientes.

Essa é a regra 80/20 ou Princípio de Pareto, que prevê que 80% dos efeitos surgem a partir de apenas 20% das causas, podendo ser aplicado em várias outras relações de causa e efeito.

Mas, o importante aqui não é apenas compreender a regra de Pareto. E sim saber se você está alocando sua equipe da forma correta ou se seus funcionários estão gastando tempo e energia dando atenção aos clientes que trazem pouca rentabilidade para a empresa.

Todos temos clientes que consomem bastante tempo e trazem pouco retorno, mas devemos garantir que o esforço seja condizente com o que recebemos. Essa preocupação é fundamental para alinhar o trabalho dos funcionários com a atenção proporcional que cada cliente necessita, considerando a rentabilidade de cada um.

E, o mais importante, diminuir o estresse no ambiente de trabalho, eliminar a perda de oportunidades de negócios e incentivar a produtividade.

Como evitar despesas em excesso?

Uma gestão financeira eficiente é fundamental para manter as finanças do negócio em dia. E esse monitoramento do que está sendo gasto e do quanto a empresa recebe depende, em grande parte, do controle das movimentações, de demonstrativos e outros dados gerados pela contabilidade.

Confira algumas dicas para evitar despesas em excesso:

  • Faça uma gestão adequada dos fornecedores;
  • Negocie boas condições de pagamento;
  • Defina um orçamento anual;
  • Realize o planejamento financeiro;
  • Estabeleça um plano de ação de acordo com os objetivos do negócio;
  • Tenha organização para planejar e administrar as finanças;
  • Analise o fluxo de caixa e controle bem o estoque e as movimentações financeiras;
  • Faça projeções sobre possíveis cenários para dar direcionamento aos gastos com a receita da empresa;
  • Fique de olho nos vencimentos e pague as contas em dia;
  • Não misture as contas particulares com as da empresa;
  • Fique atento para evitar que o endividamento não aconteça;
  • Use a tecnologia para automatizar os processos.

Com essas atitudes, é possível tomar decisões, rever fornecedores e adequar a precificação de maneira justa.

Então, através de estratégias bem direcionadas é possível manter a gestão eficiente, evitando o desperdício de tempo e dinheiro. Consequentemente, favorecendo os resultados positivos e os investimentos mais adequados.

Agora que você já compreendeu a necessidade de ter uma gestão financeira forte, não espere mais. Conte com a ajuda de uma empresa contábil de confiança para administrar suas finanças e permitir o funcionamento pleno e o crescimento sustentável. Entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar!

Compartilhe!